arrow_drop_down
Estudo de GC: As maravilhosas obras do Senhor

Estudo de GC: As maravilhosas obras do Senhor

Texto base: Atos 3.11-26

Exposição do texto: grande multidão estava atônita pela maravilhosa obra que o Senhor fi zera por intermédio de Pedro. O capítulo três relata que Pedro e João estavam a caminho do templo, a fi m de orar, quando no trajeto encontraram com um homem coxo de nascença. O enfermo, talvez já acostumado com sua situação, desesperançoso por uma vida na condição em que se encontrava, não sabia, mas daquele momento em diante sua vida jamais seria a mesma. Talvez, sua esperança estivesse em receber uma moeda para mais um dia de sobrevivência. Todavia, muito mais do que um dia de alegria, ele passaria seus dias regozijando-se com a grandiosidade da benevolência de Deus. Ele estava curado!

Discussão: você tem um problema que aos seus olhos são insolúveis? Você sofre por uma demanda que já dura anos? Quando você ora ao Senhor, crer que Ele pode conceder muito mais do que aquilo que você está esperando?

Objetivo: mudar sua perspectiva em relação à expectativa do que Deus pode fazer na sua vida e por meio da sua vida.

Contexto: Pedro, após curar um enfermo de nascença por meio da fé em o nome de Jesus, prega àquela multidão, a fi m de que ela reconheça que a obra que ele fi zera só fora possível por meio de Jesus. Em sua pregação aproveita para demonstrar como aquelas pessoas estavam equivocadas, ao matar o Autor da Vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos.

1 – Primeiro ponto em destaque é a postura de Pedro. No v. 12 ele demonstra que não foi por intermédio de algum poder ou por uma atitude de piedade que ele ou João tinha o fator gerador da cura do coxo para que pudesse andar. Ainda que Deus os tenha usado com tanta graça, eles tiveram a postura correta de saber que eram apenas instrumentos nas mãos de Deus e que toda a glória deve ser dada a Deus.

2 - O segundo destaque está no chamado ao arrependimento. Pedro começa a demonstrar que aquelas pessoas que olhavam para eles com admiração eram as que traíram, negaram e escolheram um assassino, Barrabás, em vez do Autor da Vida. Ele enfatiza que tendo feito isso no tempo da ignorância, eles deveriam se arrepender e converter, para que fossem cancelados os seus pecados.

3 – O terceiro destaque é uma advertência para os desobedientes à mensagem do evangelho. O v. 23 diz: “Acontecerá que toda alma que não ouvir esse profeta será exterminada do meio do povo”. O chamado ao arrependimento traz em sua mensagem uma dura consequência para aqueles que não corresponderem. Há uma dura mensagem: todo aquele que não se arrepender e se voltar ao Salvador que morreu em nosso lugar será exterminado.

Conclusão: o nosso Deus é um Deus de maravilhas e prodígios. Ele opera de forma graciosa e muito maior do que podemos pensar. A maior dádiva que Cristo pode conceder é a salvação, que está disponível a todos que se achegarem a Ele, mas um dia todos nós estaremos diante do tribunal do Senhor. O texto nos mostra que por ignorância aqueles homens negaram o Salvador de tal maneira que escolheram libertar um assassino em vez de libertar o Autor da Vida. O mundo continua negando Cristo, talvez por ignorância ou rebelião. Certo é que ainda hoje há possibilidade de arrependimento e de se achegar ao Senhor para ser salvo. Mas todo aquele que não se voltar ao Senhor será exterminado.

Aplicação: durante a semana, em suas orações, lembre-se que o Senhor concedeu uma grande bênção sobre a vida daquele coxo do texto, mas tenha em mente de que a maior dádiva é a vida eterna.