arrow_drop_down
O poder de Deus

O poder de Deus

Texto base: Romanos 1.16-17

Exposição do texto: o apóstolo Paulo amava pregar as “Boas Novas”, ou seja, o evangelho. Ele se sentia orgulhoso e feliz por pregar a salvação por meio de Cristo. O evangelho que Paulo pregava era muito superior ao poderio de qualquer império, pois nele continha o poder para a salvação de todo aquele que possui fé em Jesus, como seu Senhor e Salvador, indistintamente de raça, cor, nacionalidade, sexo, classe social, grau de educação ou cultura. O plano de salvação de Deus para os Seus Filhos, requer tão somente que o homem creia em Jesus como sendo o Filho de Deus, enviado para fazer a propiciação pelos seus pecados. Por isso, Paulo não se envergonhava de pregar o evangelho, ele sabia do poder que havia ao anunciar Jesus como o Cristo, sabia que não há coração duro que o evangelho não possa transformar.


Discussão:  nas palavras de Hernandes Dias Lopes, há aqueles que se envergonham do evangelho, os que são a vergonha do evangelho e os que não se envergonham do evangelho. Em qual dessas três categorias você pertence? Porque muitos acabaram se tornando a vergonha do evangelho quando confessaram a Cristo e não abandonaram uma vida de pecado, outros foram além, depois de confessarem a Cristo como Senhor e Salvador passaram a viver com vergonha de pregar a Cristo em palavras e com a própria vida, desprezando o poder de salvação que há no evangelho.

Objetivo: crer em Cristo é reconhecer que a sua vida tem um dono e que o evangelho é a porta para vivê-la de acordo com a vontade de Deus, colocando os ensinamentos da Bíblia sempre no centro da sua conduta. Compreender o poder de Deus para salvação é pregar o evangelho a todos sem distinção e cumprir o ide ordenado pelo próprio Senhor Jesus.

Contexto: o apóstolo Paulo, ao escrever aos Romanos, quer deixar claro que mesmo sendo um império tão poderoso, Roma não possuía tudo, ela carecia da graça do evangelho. Era preciso que os homens em Roma se curvassem diante do maior poder existente, o qual Paulo não se envergonhava, o poder da cruz de Cristo. Paulo havia enfrentado muitas lutas, mas jamais abandonou o evangelho de Cristo e agora estava disposto a ir até Roma e proclamar as verdades eternas.

Conclusão: todo homem que se dispõe a ter fé no evangelho jamais deve se envergonhar dele, porque ele é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê em Cristo Jesus, indistintamente. E essa salvação tem origem na justiça do próprio Deus e não na nossa. O homem jamais seria capaz de salvar a si mesmo por meio da sua justiça própria. É a justiça de Deus que se realizou plenamente em Seu Filho, Cristo Jesus, que é eficaz para efetuar, por meio da fé, a salvação.

Aplicação: atualmente, temos visto muitas pessoas indo às igrejas, mas há pouca conversão no coração. As pessoas buscam a Deus, muitas vezes, por aquilo que podem receber e desprezam o poder de Deus para mudar eternamente suas vidas. Você pode dizer que sua vida foi totalmente transformada pelo poder do evangelho e que sua maneira de viver foi afetada pelo Senhorio de Cristo? E como o apóstolo Paulo, você vive pela fé em Cristo Jesus e não por algo que possa fazer para alcançar a salvação?

Tudo o que acontece nos GCs da Lagoinha você assiste semanalmente no programa GC On-line, transmitido toda sexta-feira, às 21h30, na Rede Super e na página da Lagoinha no YouTube.