arrow_drop_down
Viva o real significado da Páscoa

Viva o real significado da Páscoa

Compartilhar

A Páscoa que celebramos é a Páscoa do Senhor. Em Êxodo 12 o Senhor é mencionado várias vezes. Ele é o centro da história da redenção. À meia-noite Deus visitou, em juízo, as casas dos egípcios e revelou o Seu poder, guardou a Sua promessa, libertou o Seu povo. O cordeiro foi morto, seu sangue aspergido nos umbrais, e quando o Destruidor passou por aquelas portas, o Senhor não permitiu que ele entrasse nas casas dos hebreus e os ferissem. Para nós, hoje, o Cordeiro é Jesus. A Páscoa é a lembrança do sacrifício de Jesus na cruz do Calvário.

A Páscoa deve levá-la a uma profunda investigação para saber se, de fato, todos os membros da sua família estão debaixo do sangue. Quem sabe se lembre de algum parente que ainda não conheceu Jesus, que não está debaixo do sangue do Cordeiro. As casas que tinham a marca do sangue não estavam restritas apenas à família, mas quem entrasse naquelas casas seria salvo. Páscoa é tempo de avaliar: “Será que a bênção é só para minha casa? E os vizinhos, amigos, colegas de trabalho?” A salvação em Jesus é para todos.

Páscoa é um memorial que precisa ser perpetuado, a fim de que novas gerações conheçam a salvação. Deus ordenou que os hebreus ficassem em casa com toda a família para que ensinassem aos filhos, netos o significado da Páscoa. Todos nós temos graças e bênçãos, milagres, experiências com Deus que devemos passar para as futuras gerações. Conte para os seus filhos o que Deus fez em sua vida. A Páscoa é um momento de reunião, precisamos dizer para os filhos, netos, colegas de trabalho o real significado da Páscoa, sobre o sacrifício de Jesus pela nossa vida.

Que possamos viver o verdadeiro significado da Páscoa, que ela não seja simplesmente um chocolate, um coelhinho, mas a Páscoa da cruz, do sangue do Cordeiro, da ressurreição, que garante que todo aquele que morre em Cristo é afortunado, pois ele é ressurreto para um novo começo que o permite andar em novidade de vida (Romanos 6.4). Viver essa realidade só é possível por que Cristo verdadeiramente ressuscitou. Sabemos que Jesus morreu por nós, mas aleluia, Ele ressuscitou, está vivo e em breve voltará.

Deus abençoe!

:: Pr. Márcio Valadão