undefined

SEJA BEM-VINDO AO lagoinha.com

arrow_drop_down
arrow_drop_down
Bem-aventurados os pacificadores

Bem-aventurados os pacificadores

Texto base: Mateus 5.9

Exposição do texto: Cristo está estabelecendo um reino diferente, e isso inclui transformar a maneira de pensar do homem natural, renovando-o espiritualmente, o que significa que a maneira de pensar dos filhos de Deus é impactante para as pessoas que estão no mundo, porque diverge do sistema que as guia. Os pacificadores são felizes por serem diferente das outras pessoas. Eles são os filhos de Deus e isso os faz ser diferenciados.

Discussão: mas o que significa ser um pacificador? (Dê um tempo para cada um do grupo responder). É importante ressaltar que um pacificador não é aquele que evita conflitos a qualquer custo, ou que promove a paz em detrimento da verdade, somente para apaziguar a situação. Ser um pacificador é ser alguém que não quer somente a paz, mas deseja que ela seja mantida. Ele promulga a concórdia entre os homens, procurando desfazer as discórdias. O pacificador é, acima de tudo, aquele que “se preocupa com o fato de que todos os homens estejam em paz com Deus”.

Objetivo: ser um pacificador é adotar uma atitude neutra, livre do egoísmo de satisfazer as próprias vontades somente e buscar o melhor para os lados envolvidos. O pacificador compreende muito bem a natureza do seu velho homem e não se deixa dominar por ela. Ele sabe que existem dois lados e escuta ambos, não tirando conclusões precipitadas nem tomando partido. O pacificador busca fazer com que o consenso seja estabelecido de modo que a paz também seja estabelecida, mas sem prejuízo da verdade. Qual verdade? Aquela que provém de Deus acima de tudo, o pacificador não negocia os princípios alicerçados na verdade bíblica.

Contexto: a fonte de todos os conflitos, males, guerras e desentendimentos que enfrentamos vem do coração que foi corrompido pelo pecado e tudo que há dentro do homem cedo ou tarde vem à tona. Somente um coração novo, por meio da fé em Cristo Jesus, pode transformar o modo como o homem se relaciona, tornando-o filho de Deus, mudando sua visão a respeito do mundo para que venha a ser um pacificador.

Conclusão: ao enviar Seu filho Jesus, Deus reconciliou o homem consigo, promovendo a paz que só Ele poderia realizar. Deus é um pacificador, pacificou um relacionamento que foi quebrado pelo pecado, e depois de restaurar esse relacionamento pelo sangue de Cristo, Ele nos conduz a sermos pacificadores para termos paz uns com os outros.

Aplicação: ao ter consciência do sacrifício de Cristo por cada um de Seus filhos na cruz, para que houvesse paz, você passa a desejar que todas as pessoas também desfrutem dessa paz. É dessa maneira que você se torna um pacificador.

Tudo o que acontece nos GCs da Lagoinha você assiste semanalmente no programa GC On-line, transmitido toda quinta-feira, às 20h, na Rede Super e na página da Lagoinha no YouTube.