undefined
arrow_drop_down
arrow_drop_down
Igreja Perseguida: Ore pelo Mali

Igreja Perseguida: Ore pelo Mali

Com 66 pontos, o Mali se classificou na 29º posição na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2020. A redução de dois pontos neste período de relatório deve-se à pontuação mais baixa em violência. Isso não significa que houve menos violência, mas, à medida que a violência se tornou mais complexa e também baseada na etnia, é difícil distinguir a violência religiosa da violência étnica. Na LMP 2019, o Mali ficou em 24º com 68 pontos.

Quando grupos islâmicos radicais assumiram o controle da parte norte do país em 2012, as igrejas foram queimadas e os cristãos tiveram de fugir. O deslocamento de cristãos ainda afeta aqueles que perderam suas casas e cujas igrejas foram destruídas. Embora alguns cristãos e congregações tenham retornado ao norte sob proteção policial, eles ainda vivem sob a ameaça de ataques de radicais. As atividades evangelísticas no norte são especialmente arriscadas e podem levar a relativos ataques de muçulmanos radicais.

Os missionários cristãos que operam no Mali também vivem sob constante ameaça de sequestro e alguns realmente foram sequestrados por jihadistas. Cristãos ex-muçulmanos, estão à mercê da violência e da pressão de seus familiares caso sua conversão seja descoberta. A região norte do país também é insegura para as ONGs que lá operam.

O principal desafio que os cristãos enfrentam hoje no Mali é a presença de grupos islâmicos radicais no país, que cria medo e insegurança entre os cristãos. Os militantes islâmicos continuam ativos no Mali, apesar do acordo de paz que foi assinado em 2015, e continuarão sendo uma ameaça nos próximos anos. O acordo de paz é muito frágil, e o governo e as forças de manutenção de paz da ONU ainda não conseguem estabelecer a autoridade do governo em algumas partes do país. Apesar de todos os desafios que a nação enfrentou nos últimos cinco anos, conseguiu realizar uma eleição presidencial relativamente pacífica e bem-sucedida em 2018.

Motivos de oração:

  • Clame pela proteção do Senhor sobre a igreja diante do crescimento de grupos radicais islâmicos. Ore para que os cristãos tenham sabedoria para lidar com esse grande desafio.
  • Interceda para que o novo governo eleito em 2018 tenha sabedoria para governar com justiça, que seja rodeado de bons conselheiros e foque nos problemas do país.
  • Ore pelas equipes da Portas Abertas no país, que trabalham com várias frentes de atuação. Que Deus as ensine a como cuidar dos cristãos, prepará-los para a perseguição e discipular novos convertidos.

Tipo de Perseguição: Opressão islâmica, antagonismo étnico, corrupção e crime organizado

Capital: Bamako

Região: Oeste Africano

Líder: Ibrahim Boubacar Keïta

Governo: República semipresidencialista

Religião: Islamismo, cristianismo, animismo e ateísmo

Idioma: Francês, mais 13 idiomas locais, dentre os quais bambara é o predominante

Pontuação: 66

População: 19,7 milhões

População cristã: 461 mil

:: Portas Abertas