arrow_drop_down
Nenhuma dor precisa ser individual

Nenhuma dor precisa ser individual

Texto base: Gálatas 6.2

Introdução: A epístola aos Gálatas é famosa pelas explicações e esclarecimentos de Paulo sobre o evangelho para aqueles que tinham sido confundidos por falsos mestres. Esse evangelho é a mais sublime exibição do amor de Deus, por isso não é surpreendente que depois de esclarecer o evangelho, Paulo esclareça o que é o próprio amor. Aqueles que sabem que Cristo os amou levando a carga de seu pecado também sabem que amar é levar as cargas de seus irmãos na igreja. Amar uns aos outros desta maneira é “cumprir a lei de Cristo”. Isto significa que o amor tem um novo significado para os cristãos.

Contexto: A epístola de Paulo, o apóstolo, aos gálatas, foi escrita aos judeus cristãos que estavam se afastando do Senhor ao confiarem novamente nas obras da lei de Moisés. O Apóstolo Paulo procurou corrigir esse problema enfatizando a diferença entre o pesado “jugo” da lei de Moisés, que levava à escravidão espiritual, e o evangelho de Jesus Cristo, que leva à liberdade espiritual. O principal propósito de Paulo ao escrever essa epístola incluía:

1. Defender-se contra as acusações de falsos mestres que se opunham a ele.

2. Ensinar que todas as pessoas, sejam judias ou cristãs, são salvas pela Expiação de Jesus Cristo ao depositarem sua fé em Jesus Cristo, em vez de confiarem nas obras da lei de Moisés.

3. Esclarecer o papel da lei de Moisés no plano de Deus.

4. Distinguir entre os antigos convênios que Deus havia feito com Moisés e o novo convênio com Cristo.

5. Conclamar os santos a viver pelo Espírito.

Desenvolvimento: Por ocasião do ensino errado, a compreensão que os irmãos da Galácia estavam ou passariam a ter do evangelho negligenciava vários aspectos dos ensinamentos de Jesus e dos apóstolos. Uma vez que os falsos mestres voltavam os olhos da igreja para a lei de Moisés, a possibilidade de que o egoísmo reinasse entre eles era imensa. E isso seria o suficiente pra que não fosse visível amor naquelas comunidades, colocando em xeque toda a pregação e vivência que os identificava com o Cristo.

Sem dúvida alguma, o amor é a principal marca da igreja, ou pelo menos deveria ser. E amor não é um sentimento. Amor é uma marca de obediência a Cristo.  No texto que lemos o apóstolo convida seus leitores a carregar as cargas uns dos outros. E isso por si só já é um desafio, pois vivemos em um mundo tão egoísta que as pessoas estão preocupadas com seus afazeres, suas dores, suas vidas. Mas isso não é o evangelho.

O evangelho é o poder que nos faz olhar para Deus e para nosso próximo. Em setembro somos convidados a olhar com mais atenção para a questão do suicídio e também dos transtornos mentais. O Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio. A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema, alertando a população sobre a importância de sua discussão. 

Discussão: Como igreja de que forma podemos ajudar na promoção dessa luta? Como um líder de GC pode oferecer suporte às pessoas que estejam passando por momentos difíceis? Como podemos oferecer consolo aos familiares que tenham perdido um ente querido dessa forma? Quais cuidados devemos tomar ao “fazermos teologia” sobre a dor alheia? Como fazer dos nossos GC’s e da nossa igreja um espaço confortável para pessoas?

Conclusão: Como cristãos precisamos revelar o amor de Deus ao mundo, doando nossa vida em favor do próximo. Precisamos desfazer com as ideias egoístas que além de nos afastar um dos outros nos afasta do evangelho. Precisamos estar dispostos a servir nosso irmão. Às vezes, ele só precisa de alguém disposto a ouvir. Precisamos criar um ambiente onde pessoas possam ser ouvidas. Precisamos amar sem reservas. Amar é obedecer, é estar junto e disposto. Amar é abraçar a dor do outro também. Amar é não permitir que ninguém sofra sozinho. Os discípulos de Jesus sofrem juntos para se alegrarem também juntos.

Tudo o que acontece nos GC's da Lagoinha você assiste semanalmente no programa GC On-line, transmitido toda quinta-feira, às 20h, na Rede Super e na página da Lagoinha no YouTube.