undefined
arrow_drop_down
arrow_drop_down
Igreja Perseguida, ore pela Argélia

Igreja Perseguida, ore pela Argélia

Com uma classificação de 73 pontos na Lista Mundial da Perseguição 2020, a Argélia está em 17° lugar. A pontuação do país subiu 3 pontos em relação ao ano anterior. A pressão esteve em um nível muito alto, ou acima, em quase todas as esferas da vida. A pontuação subiu principalmente devido ao aumento da violência, prisões violentas e do medo relacionado a isso.

Como no caso da maioria dos países na região, a maior fonte de perseguição na Argélia são cidadãos, quadrilhas, líderes religiosos não cristãos e oficiais do governo que aderem à visão de tais líderes. A maioria dos cristãos argelinos se converte do islamismo e enfrenta perseguição especialmente de membros da família e parentes. Portanto, a família e a comunidade – incluindo líderes étnicos locais e anciãos – são fontes de perseguição significativas. Oficiais do governo em vários níveis da hierarquia administrativa também exercem pressão nos cristãos de forma a renunciarem a fé e terem restringida a liberdade (limitando as possibilidades de expressar seu ponto de vista e viver a fé em público).

No país também há leis que regulamentam a adoração de não muçulmanos e de blasfêmia, o que torna difícil para os cristãos compartilharem sobre as conversões sem medo. É proibido pela lei “abalar a fé de um muçulmano” ou usar “meios de sedução com intenção de converter um muçulmano para outra religião”. Cristãos ainda enfrentam assédio e discriminação na vida diária. Parentes e vizinhos tentam forçar convertidos a aderirem e seguirem normas e ritos islâmicos. A pressão e o perigo enfrentados pelos cristãos são altos principalmente na zona rural e nas partes mais conservadoras do país quanto a questões religiosas. Essas regiões atuam como fortaleza para insurgentes islâmicos na luta contra o governo desde os anos 1990.

Pedidos de oração

  • No país, diversas igrejas são fechadas a cada ano. Ore para que essa prática seja interrompida e que os cristãos argelinos tenham liberdade para cultuar a Deus.
  • Durante manifestações contra o fechamento de igrejas, muitos cristãos foram agredidos e presos. Peça ao Senhor para que as autoridades respeitem e aceitem a fé cristã.
  • Há ainda relatos de assédios contra membros da comunidade cristã. Interceda por cada um dos que enfrentam esse tipo de realidade.

Tipo de Perseguição: Opressão islâmica, paranoia ditatorial, antagonismo étnico

Capital: Argel

Região: Norte da África

Líder: Abdelmadjid Tebboune

Governo: República presidencialista

Religião: Islamismo, cristianismo e judaísmo

Idioma: Árabe, francês, bérbere e dialetos

Pontuação: 73

População: 42,7 Milhões

População cristã: 129 Mil

:: Portas Abertas