arrow_drop_down
Obediência, uma característica de todo cristão

Obediência, uma característica de todo cristão

Texto base: Atos 14.1-7

Exposição do texto: a determinação de Paulo e Barnabé em obedecer e cumprir a missão que o Senhor os havia confiado é algo inspirador. Percebemos que mesmo em meio às adversidades encontradas e perseguições sofridas, eles não desistiram de pregar o evangelho, mas cheios de ousadia e com o desejo de obedecer ao Senhor, partiam de cidade em cidade anunciando Cristo como o Salvador.

Discussão:

1 – Compartilhe uma situação em que você foi obediente e isso marcou sua vida.

2 – Como identificar os propósitos de Deus para sua vida?

3 – O que te impede de ouvir a voz de Deus e obedecer?

Objetivo: mostrar que quando somos obedientes não olhamos circunstâncias ou adversidade, apenas confiamos na missão que o Senhor nos confiou.

Contexto 

1 – Não se deixe intimidar: Paulo e Barnabé entraram juntos na sinagoga dos judeus, e, embora as crenças fossem diferentes, eles pregaram o evangelho e muitos creram, tanto judeus quanto gregos. Muitas vezes, iremos nos deparar com situações que tentarão nos intimidar, como divergência de opiniões, cultura, religiosidade ou até mesmo nossos amigos ou familiares, mas precisamos agir como os apóstolos, crendo no propósito para o qual o Senhor nos chamou (At 14.1).

2 – Confie: Embora Paulo e Barnabé falassem ousadamente da Palavra do Senhor e acontecessem muitos sinais e prodígios por meio deles, o que podemos destacar é o fato de que o Senhor estava com eles o tempo todo, testificando o que estava sendo anunciado. O Senhor jamais nos dará uma missão e nos deixará cuidando de tudo sozinhos, pois a missão é dele e somos um instrumento em suas mãos para anunciar a salvação. Precisamos confiar naquele que nos chamou e obedecer, crendo que o Senhor testemunhará sempre a nosso favor (At 14.2-3).

3 – Seja prudente: Paulo e Barnabé fugiram após perceberem a perseguição levantada contra eles, e em meio à situação com o risco de apedrejamento, agiram com prudência e sabedoria, evitando aumentar a confusão. Portanto, se calaram momentaneamente e se retiraram, a fim de continuar a pregação do evangelho. Muitas vezes, pensamos que recuar é errado ou vergonhoso, mas em meio ao exemplo dos apóstolos percebemos o quanto isso pode ser sábio. Se calar, às vezes, é necessário, evitar conflitos desnecessários é algo prudente e o bom testemunho precisa permanecer (At 14.4-7).

Conclusão: não se intimidar, confiar e ser prudente! A obediência exige de nós ousadia, confiança e prudência. Quando confiamos nos deparamos com os cuidados do Senhor de uma forma maravilhosa, assim como aconteceu com Paulo e Barnabé, quando o Senhor testificou tudo o que eles falavam. Muitas vezes, para confiar será necessário agir com ousadia, é como caminhar em uma ponte de cordas que atravessa o rio, mas sem ver o madeiro, a cada passo dado o madeiro aparece, porém, a prudência está relacionada à sabedoria e tomada de decisões no momento certo e da forma certa. 

Aplicação: peça ao Espírito Santo que sonde o seu coração e lance luz ao que ainda precisa ser mudado em sua vida. Ore para que traga à sua memória todas as situações de desobediência, assim você poderá se arrepender e pedir perdão ao Senhor. 

Tudo o que acontece nos GC's da Lagoinha você vê semanalmente no programa GC On-line, transmitido toda quinta-feira, às 20h, na Rede Super de Televisão e pelo YouTube da Lagoinha.