arrow_drop_down
Estudo de GC: Racismo é pecado

Estudo de GC: Racismo é pecado

RACISMO É PECADO

Texto base: Gálatas 3.28: “Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus”. 

Contexto: O apóstolo Paulo escreve esta carta para as igrejas da Galácia que eram parte formada por judeus convertidos e outra parte formada por gentios convertidos. Dois grupos extremamente diferentes. Além de afirmar seu caráter apostólico e as doutrinas que ensinava, o mesmo enfatiza a questão da justificação pela fé sem as obras da Lei de Moisés. Havia uma insistência por parte dos judeus judaizantes de que os crentes em Cristo deviam cumprir a lei para serem aceitos diante de Deus. Ao saber do ensino Paulo escreve esta carta. 

1- A mentira: Existe um grupo de agitadores no meio dessa igreja ensinando um outro evangelho que na verdade é uma mentira. Para isso eles não retiraram nada do que havia sido ensinado aos novos convertidos. Ao verem o que Deus está fazendo em meio aos gentios, os judeus - que ostentam sua origem, querem que esses novos convertidos se sujeitem à lei de Moisés. E para tal minimizam a cruz de Cristo, como se ela sozinha não fosse o suficiente. Eles se sentem no direito de fazer tais determinações porque se julgam um grupo melhor, mais elevado e até mesmo mais próximo de Deus. 

2- A verdade: A fim de que os irmãos da Galácia voltassem ao verdadeiro ensino, Paulo faz uma série de perguntas a eles. Ele vai contrapor todas as obras da carne com as do Espírito, a fim de que seus leitores percebam que tudo o que tem, até mesmo o Espírito Santo, eles não receberam pela tentativa de guardar a Lei. Se a tentativa de obedecer a Lei Judaica nunca os havia dado vida espiritual, agora não faria deles cristãos mais fortes. Deus fez o que fez não porque observou no coração desses irmãos uma capacidade para obedecer, mas sim pela graça, a fim de que agora agraciados, pudessem glorificá-lo. 

3- As consequências da verdade: Após expor novamente o evangelho, Paulo não somente desmascara os ensinamentos errados dos judeus judaizantes, como também a soberba dos seus corações por pensarem que o caminho pelo qual Deus haveria de salvar os gentios era por meio da Lei dada a eles. Neste ponto fica nítido que existe um povo que se sente superior ao outro, por suas práticas religiosas, por sua origem de nascimento e pelo seu grau de instrução. O apóstolo diz que por meio da fé não existe mais judeus, nem gregos, nem escravos, nem livres, nem simplesmente homens ou mulheres. Porém, somos todos iguais, somos um em Cristo Jesus. 

Conclusão: Diante de Deus não existe um povo superior ou inferior. Todos nós pela graça de Cristo somos convidados a vivermos em união, servindo uns aos outros. É verdade que uns terão uma história, outros uma origem, outros uma cor, mas tudo isso serve como reflexo da beleza do Criador, não para que usemos como desculpa para menosprezar o outro. Em Cristo é desnecessário toda e qualquer elite espiritual, pois Nele somos o povo de Deus. Sendo assim, a minha cor, minha história e o que eu tenho não me faz melhor do que ninguém. Todo ato de discriminação contra o diferente é um ato de ódio contra Deus, que nos fez únicos. 

Discussão: Nesta última semana vimos uma comoção em várias partes do mundo lutando e dizendo não ao racismo. Sabemos que racismo é crime. Mas como igreja também sabemos que ele é pecado, uma afronta contra Deus. É como se disséssemos ao Criador que existe algo imperfeito na sua criação ou como se acreditássemos que sua glória só pode ser vista por meio da que achamos melhor. O racismo é real e pessoas sofrem por causa dele. Esse pecado desfigura a identidade dos que sofrem por ele. Você já presenciou alguma atitude racista? Como você reagiria ao presenciar uma atitude racista? A violência não é solução para esse mau. Como podemos acabar com ele no nosso meio?

Aplicação: Ore para que Deus lhe dê a graça de ver o outro com um olhar de amor. Ore para que Deus sonde seu coração e limpe-o de qualquer traço de racismo ou discriminação. Ore para que em nossos ajuntamentos a beleza da diversidade nunca seja um problema. Ore para que você, como um seguidor de Cristo nunca combata o mau com ódio. Ore para que você consiga ser um instrumento da justiça de Deus. Após cada uma dessas orações, levante-se e ame o seu irmão, por mais diferente que ele seja, pois só o amor pode construir um reino duradouro. 

Tudo o que acontece nos GC's da Lagoinha você vê semanalmente no programa GC Online, transmitido toda quinta-feira, às 20h, na Rede Super e pelo YouTube da Lagoinha.