arrow_drop_down
Palavra do Pastor: Receba encorajamento!

Palavra do Pastor: Receba encorajamento!

O desânimo é um instrumento que o diabo tem usado para deter com frequência os cristãos, pois quando o desânimo toma conta da alma, do coração, perde-se até a alegria de viver ou o sentido da vida.

São muitas as situações que podem trazer desânimo, principalmente a que vivemos nessa pandemia por conta do novo coronavírus. Algo, porém, que alegra muito o nosso coração é o fato de que Deus é Deus encorajador. Por isso que sempre temos que olhar para a Sua grandeza.

A verdade é que as tantas situações vividas ou que ainda estão sendo vividas que fazem com que nos entristeçamos, choremos e desanimemos são, na verdade, um verdadeiro patrimônio, pois na medida em que somos consolados por Deus, podemos também consolar a outros. E quando Deus nos consola? A cada instante, mas em especial durante as tribulações.

Em sua segunda carta aos irmãos da igreja da antiga cidade de Corinto, o apóstolo Paulo escreve: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus” (2 Coríntios 1.3,4.).

A expressão consolar tem ou traz essa ideia de encorajar. E há tanta gente que pede oração por tanta coisa, mas não por encorajamento! São muitas as maneias pelas quais Deus pode nos encorajar. Pode ser pela própria Palavra, que nos vivifica. Pode ser por meio do Espírito Santo, que fala ao nosso coração. E também por meio da Sua Igreja, ou seja, por meio de irmãos e irmãs em Cristo, usados por Ele para nos fortalecer. Há aqueles que precisam de encorajamento, mas como eles serão encorajados? Por meio de nós. Ele age e vai agir por meio de nós.

Por todo o Antigo Testamento vemos a atuação do Espírito Santo em relação ao alento e ao encorajamento. Essa atuação se dava diretamente, pelo próprio Deus, quando Ele se manifestava pelos e aos profetas, e muitos deles foram usados como instrumento para fortalecer um povo, uma gente, em relação ao cuidado divino. Eles mesmos foram fortalecidos, consolados e encorajados.

Não importa o quão grande e desafiador possa ser a nossa luta. Temos essa promessa do consolo e do encorajamento divino. E por causa disso, podemos prosseguir.

Deus tem o controle sobre o caos desse mundo, sobre as turbulências, tribulações, sobre as provações e tentações (por isso muitas vezes as permite), Ele sabe do nosso limite e nos concede a graça de Seu consolo, encorajamento e provisão em relação a como proceder nessas horas.

Que o Senhor Jesus te abençoe. Hoje e sempre.

:: Pr. Márcio Valadão