arrow_drop_down
Estudo de GC: Vivendo para agradar a Deus

Estudo de GC: Vivendo para agradar a Deus

Texto base: 1 Tessalonicenses 4.1-8

Nesta lição do mês de fevereiro não tem como tratarmos de outro assunto senão da festa da carne, mais conhecida como Carnaval. Não sabemos como é comemorada esta festa na sua cidade, estado e sua nação. É algo tão brasileiro, mas em todos os lugares do mundo temos tantos brasileiros e essa cultura tão forte dessa festa da carne.

O Carnaval está sendo espalhado. Infelizmente em Belo Horizonte o Carnaval tem crescido e nós, enquanto cristãos, temos que orar e trabalhar na evangelização.

Falando sobre esse tema lembramos de alguns conselhos que o apóstolo Paulo enquanto pregou o evangelho. “Quanto ao mais, irmãos, já os instruímos acerca de como viver a fim de agradar a Deus e, de fato, assim vocês estão procedendo. Agora lhes pedimos e exortamos no Senhor Jesus que cresçam nisso cada vez mais. Pois vocês conhecem os mandamentos que lhes demos pela autoridade do Senhor Jesus. A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o próprio corpo de maneira santa e honrosa, não com a paixão de desejo desenfreado, como os pagãos que desconhecem a Deus. Neste assunto, ninguém prejudique a seu irmão nem dele se aproveite. O Senhor castigará todas essas práticas, como já lhes dissemos e asseguramos. Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. Portanto, aquele que rejeita estas coisas não está rejeitando o homem, mas a Deus, que lhes dá o seu Espírito Santo" (1 Tessalonicenses 4.1-8).

É interessante sabermos que a impureza sexual ou os pecados sexuais atualmente são o grande motivo de muitos problemas da nossa sociedade. Por exemplo, a maioria das vezes a destruição de uma família, de um casamento, se dá por um pecado sexual.

Famílias estão sendo destruídas. Jovens estão perdendo o sentido da vida. Muitas pessoas perdem seus trabalhos, decretam falência da empresa por motivos sexuais, processos na justiça por causa de assédio, pedofilia e situações tão difíceis que a gente repudia. Nosso coração se entristece só de pensar, ver e ouvir notícias das coisas que acontecem.

Neste texto o apóstolo Paulo nos dá conselhos. O contexto aqui se dá em Atos capítulo 17. Paulo passou em Tessalônica e pregou ali por algumas semanas. Ele ficou ali em Tessalônica por volta de um mês e meio, tendo pregado e falado na sinagoga durante três sábados a respeito do Evangelho.

A mensagem de Paulo consistia na morte e na ressurreição do filho de Deus. Fato é que alguns irmãos se converteram e a obra do Espírito Santo foi feita. Os irmãos foram convencidos do seu pecado da justiça e do juízo e conheceram a Jesus. Em Atos capítulo 17 Paulo começou a ser muito perseguido por anunciar a mensagem do evangelho e então precisou fugir, porque senão seria morto. Não que Paulo tinha medo de ser morto por causa do Evangelho. Ele sabia que no Evangelho morrer é lucro, mas tinha clareza do seu propósito e muita coisa para fazer, como anunciar o evangelho.

Paulo saiu de Tessalônica e estava com seu discípulo, seu amigo chamado Timóteo. Enquanto Paulo estava seguindo a sua jornada missionária, manda Timóteo para saber como aqueles amigos cristãos de Tessalônica estavam. Se Paulo tinha sido perseguido por causa do Evangelho e eles haviam se convertido, provavelmente eles também estavam sendo perseguidos.

Timóteo chegou a Tessalônica para ver como aqueles irmãos estavam. Para a sua surpresa, eles estavam firmes, sólidos. Apesar de neófitos, de novos convertidos, eles estavam firmes no Evangelho.

Então Timóteo traz um diagnóstico para Paulo que aqueles irmãos estão maravilhados com o Evangelho, com fome e sede de Deus e Paulo então senta em uma cadeira e em uma mesa escreve a carta aos de Tessalônica. Essa carta fala sobre vários assuntos. Paulo louva ao Senhor pela fé deles. Paulo, pelo fato de ter ficado pouco tempo em Tessalônica, não conseguiu passar todos ensinos que gostaria, como se o tempo fosse curto. Ele queria ter ensinado mais, mas não teve tempo. Paulo usa essa carta para ensinar assuntos que ele não teve tanta ênfase e tanto tempo para  ensinar quando estava em Tessalônica. E Paulo diz assim: “Quanto ao mais, irmãos, já os instruímos acerca de como viver a fim de agradar a Deus e, de fato, assim vocês estão procedendo. Agora lhes pedimos e exortamos no Senhor Jesus que cresçam nisso cada vez mais”.

Paulo está dizendo sobre esse assunto que já citamos, mas é muito importante reforçar que vocês vivam a pureza sexual. O grande perigo dessa sociedade é justificar a religiosidade sendo totalmente liberal. Mas vivemos em um tempo de muita gente jovem pregando o evangelho e vivendo o contexto da Igreja dizendo: “Não, nós não somos uma geração religiosa”.

Não ser religioso não quer dizer ser legalista. Não ser religioso não quer dizer ser liberal. Existe uma vontade de Deus. Você percebe que é o título desse texto: Vivendo para agradar a Deus.

Existe uma vontade de Deus de que sejamos santificados, ou seja, o Carnaval não é para os que servem a Deus. Se não for para anunciar o Evangelho e ser um instrumento de Deus, o seu lugar não é nesta festa da carne.

Paulo está falando sobre três pecados neste texto:

  1. A imoralidade sexual;
  2. Não controlar o seu próprio corpo;
  3. A defraudação.

Se isso não fosse importante, Paulo não voltaria neste assunto.

O que é a imoralidade sexual? Essa palavra no original vem de Porneia; de pornô; de pornografia; fornicação; adultério; prostituição. Paulo está dizendo: “Você não precisa disso. Não precisa que alguém toque no seu corpo. Você não precisa viver na prostituição e imoralidade sexual. Você pode controlar o seu corpo. Cuide do seu corpo de forma santa e honrosa, não deixe ninguém tocar o seu corpo”. Paulo fala sobre a defraudação.

Defraudar significa iludir, enganar. Infelizmente é muito comum alguém gerar expectativa no outro sem poder corresponder. Nas redes sociais, homens casados conversam com várias mulheres. Jovens dão esperanças para várias moças, que se entregam para vários rapazes. Uma defraudação desenfreada. Isso gera marcas, feridas e tem consequências irreparáveis. Paulo está dizendo que não devemos tirar proveito de uma outra pessoa. E nós temos todos os motivos para não cometer estes pecados.

  1. O Senhor castigará essas práticas: O Senhor castigará todas essas práticas, como já lhes dissemos e asseguramos. Tenho certeza que você não quer ser castigado, ainda mais por Deus. 
  2. Ele nos chamou para sermos santos: Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. Não foi uma pessoa qualquer ou o pastor Márcio que te chamou. Deus te chamou. Você precisa viver em santidade porque foi Ele que te chamou para ser santo.
  3. Não rejeitarmos a Deus: Portanto, aquele que rejeita estas coisas não está rejeitando o homem, mas a Deus.
  4. Recebemos o Espírito Santo: Temos motivos suficientes para viver em santidade.

Nesse mês em que o Carnaval é propagado, que você seja um instrumento de santidade, de vida com Deus, de oração e de busca por Ele. Você não precisa viver os pecados sexuais, seja santo. Se você é solteiro, Deus está preparando uma pessoa para você. Se você é casado, honre o seu cônjuge. Honre seu corpo, pois você é templo do Espírito Santo. 

Perguntas relacionadas ao estudo:

  1. Você sabia que existe uma vontade de Deus para sua vida? 
  2. Como você enxerga essa festa da carne?
  3. Você tem buscado se purificar a cada dia?
  4. Está disposto a abrir mão do pecado para agradar a Deus
  5. Como podemos mostrar a pureza de Deus em nossas vidas principalmente durante esse tempo de carnaval?
  6. O que podemos fazer neste período de carnaval para não sermos contaminados por esse bombardeio de impureza, defraudação e imoralidade sexual ?

:: Pr. Flavinho Marques

Tudo o que acontece nos GC's da Lagoinha você vê semanalmente no programa Lagoinha GC, transmitido toda quarta-feira, às 20h30, na Rede Super. Acesse a playlist e acompanhe a programação completa no canal da Lagoinha no YouTube.

Foto: unsplash