arrow_drop_down
Estudo de GC: O testemunho da nossa fé

Estudo de GC: O testemunho da nossa fé

Texto base: At 2.37-41

Reflexão: o mesmo sol que endurece o barro, amolece a cera. Com isso, vemos que de um fenômeno há a possibilidade de haver diferentes resultados. Vemos nas páginas do Novo Testamento, que em diversas ocasiões os apóstolos pregaram a chegada do Reino de Deus, e as pessoas endureceram o coração; todavia, no texto que acabamos de ler, percebemos algo tão maravilhoso, aqueles irmãos haviam sidos submetidos à exposição da Palavra de Deus. O apóstolo Pedro, cheio do Espírito Santo, se levanta (v.14), e em sequência expõe, claramente, o evangelho de Jesus Cristo para aquela plateia. Engraçado que ao ouvir a mensagem, aquele povo não precisou de um impulsionamento do pregador, reativamente foi até Pedro e disse: “Que faremos, irmãos?

Discussão: você, certamente, se identifica com esses irmãos que ouviram a mensagem do evangelho e corresponderam em fé. Mas você já parou para pensar por que tantas pessoas não correspondem ao evangelho? Você já pregou as boas novas de Jesus e alguém se rendeu ao Senhor Jesus? Conte sua experiência no GC e vamos refletir sobre a eficácia da pregação.

Objetivo: entendermos a necessidade da pregação do evangelho de Jesus Cristo, sabendo que somente por meio da exposição das boas novas de Jesus, as pessoas são chamadas ao arrependimento e tendo sido convencidas pelo Espírito Santo se tornam nova criatura.

Contexto: o Senhor Jesus afirmou aos seus discípulos que eles receberiam poder ao descer sobre eles o Espírito Santo e eles seriam suas testemunhas. O apóstolo Pedro e os demais discípulos foram revestidos por esse poder, Pedro se levanta, audaciosamente, diante de uma multidão, vinda de toda as regiões da terra, e anuncia a salvação por meio da morte substituta de Jesus, levando esperança àqueles irmãos, ao afirmar que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

1 – Primeiro ponto de destaque é a reação daqueles que ouviram a pregação, eles compungiram o coração. Isso significa que o próprio Espírito Santo atuou no coração deles, a fim de que reconhecessem seus pecados e a necessidade de se voltarem ao Senhor. Essa é uma certeza que podemos ter quando pregamos o evangelho, a Palavra do Senhor nos garante que aprouve a Deus chamar os que creem pela pregação do Evangelho. Quando pregamos sabemos que o Espírito Santo pode atuar naquele coração e fazer com que seja convencido de seus pecados e tenha o coração contristado.

2 – Segundo destaque é a resposta de Pedro, “arrependei-vos e cada um de vós seja batizado”. O batismo é uma ordenança do Senhor, é um ato externo daquilo que aconteceu internamente em nosso coração. Ao receber a Palavra de Deus e ter o coração transformado, a pessoa proclama ao mundo que não vive não mais para ela, mas para o Senhor. Pedro instrui assim porque foi uma ordem direta, dada pelo Senhor em Mt 28.18-20.

3 – Terceiro ponto é a exortação de Pedro no v. 40: “Salvai-vos desta geração perversa”. Toda vez que a mensagem do evangelho é proclamada, o Senhor dá a oportunidade de a pessoa ser salva. A Bíblia diz que todos pecaram e destituídos estão da glória do Senhor, e que o salário do pecado é a morte, mas que somos justificados gratuitamente por Deus quando cremos no Senhor e em Sua obra. Essa mensagem é urgente, assim como foi no tempo de Noé acerca do dilúvio. A pregação é um convite para que a pessoa seja salva dessa geração perversa e da ira vindoura, da justa retribuição contra aqueles que desobedeceram ao chamado ao arrependimento.

Conclusão: somos instados ao ler esse texto e proclamarmos as boas novas do Senhor, sabendo que o próprio Deus pode abrir o coração das pessoas para que elas se arrependam, e crendo no Senhor Jesus e em Sua obra sejam salvas.

Aplicação: após esse estudo do GC você compreende a necessidade de se arrepender dos seus pecados e ser batizado? Com essa compreensão, quais os próximos passos que você dará em sua caminhada como membro do Corpo de Cristo?

Perguntas para refletir:

1 – Com a minha vida tenho testemunhado a transformação operada por Cristo em meu coração?

2 – Tenho certo em meu coração que somente por meio da graça de Cristo sou salvo?

3 – Diante dessa geração perversa, tenho me esforçado para anunciar a Palavra de Deus,  com o objetivo de que as pessoas sejam salvas?

4 – Tenho orado para que, revestido do poder do Senhor, eu proclame, ousadamente, a salvação em Cristo Jesus?

5 – Como posso ser obediente ao Senhor em todas as áreas da minha vida?

6 – Tenho orado ao Espírito Santo para que dia após dia transforme meu coração?